terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Amazonsaurus maranhensis

Descrito em 2003 por Ismar de Souza Carvalho, Leonardo dos Santos Avilla, e Leonardo Salgado.
Amazonsaurus foi um herbívoro saurópode que viveu na Idade Aptiano e Albiano do período Cretáceo. 
Sítio fóssil: Formação Itapecuru, Bacia do Parnaíba, Estado do Maranhão, Brasil 


  
Classificado como sendo um Diplodocídeo, sugere que houvesse uma ponte que interligasse Gondwana e Laurásia, permitindo que animais desse grupo conquistassem também o continente do sul, provavelmente vindos pela África. Sendo assim, eu acredito que apesar das características espinhas neurais apontarem Amazonsaurus como um legítmo diplodocídeo, sua localização e tempo geológico o aproxima muito dos dicraeosaurídeos, como o argentino Amargasaurus e o Africano Dicraeosaurus, e estes, sendo um subgrupo Diplodocoidae em Gondwana. Amazonsaurus é, segundo muitos taxonomistas (Upchurch, 1998, Salgado, Garrido, SE Cocca & JR Cocca, de 2004, e Rauhut, Remes, Fechner, Cladera & Puerta, de 2005), um remanescente dos primeiros Diplodocoideos que perdurou até o Albiano, à parte das outras subdivisões do grupo: Rebbachisauridae, Diplodocidae e Dicraeosauridae.


Os vestígios fósseis correspondem à alguns holótipos,  todos escassos fragmentos:
MN 4558-V (espinho neural dorsal), UFRJ-DG 58-R / 9 (espinho neural dorsal), MN 4559-V (centrum dorsal), MN s / NV (centrum dorsal), neural coluna da vértebra caudal anterior (UFRJ-DG 58-R / 7), um meio vértebra caudal (MN 4555-V), um meio-posterior da vértebra caudal (MN 4560-V), um caudal posterior da vértebra (MN 4556-V) , uma vértebra caudal posterior (UFRJ-DG 58-R/10), quatro cehvrons
(UFRJ-DG 58-R / 2 a [...] 58-R / 5), mais quatro divisas (MN 4564-V), ílio (UFRJ0 DG-58-R / 1), parcial púbis (MN s / nV), e três nervuras (MN 4562-V).



A reconstituição artística baseia-se na forma comum do tronco e longa cauda para o grupo diplodocídae, com a cabeça e proporções do pescoço para Dicraeosauridae, As dimensões o colocam próximo à Amargasaurus: 10,50 m de comprimento, representado aqui na escala 1/20: 52,5 cm (mas como a postura da figura é ondulante, mede 44 cm externamente). Pequeno para os padrões dos Diplodocídeos, mas não incomum. Minha estimativa de peso para o animal adulto é de 3 ton.




Para adquirir o modelo de resina em escala 1/20, peça pelo e-mail: ademar.p.nascimento@terra.com.br
Informe seu endereço com CEP e faça sua sugestão de cor. O pagamento de R$ 180,00 + frete é via depósito bancário.

6 comentários:

  1. Eu sabia que tu ainda tinha uma carta na manga, para fechar o ano, ficava todo o dia olhando o blog para ver se ñ tinha algo novo, e ñ é que tu me apresenta essa maravilha. Parabéns + uma vez Ademar

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Marco! E feliz ano novo, amigo.

    ResponderExcluir
  3. Realmente esta magnifico essa peça! Vc capturou bem a naturalidade do animal e isso me agrada muito, certamente este é um de meus favoritos dessa nova leva de dinossauros.

    ResponderExcluir
  4. Valeu Rafael! É com o apoio de amigos como você que me entusiasmo a continuar meu trabalho. Obrigado.

    ResponderExcluir
  5. Hola quiciera saber ¿De que país es esta pagina?

    ResponderExcluir
  6. Hola quiciera saber ¿De que país es esta pagina?

    ResponderExcluir